Ads 468x60px

Sunday, August 9, 2015

Eu já disse que amor se escreve com a minusculo!

Hoje eu estava somente pensando, enquanto via a fina chuva de inverno cair, como o amor consegue ser tão bucólico? Eu não sei, cada um vê de um jeito, conheci pessoas inclusive que nunca viram, e essas minha gente, são as mais apaixonaram, falam "eu te amo" com a mesma facilidade que o Mc Catra tem filhos, mas não vamos desviar o foco, vamos falar um pouco dos tipos de amor ...

"amor $em intenções"

Esse acho que é o mais comum, se a ocasião faz com que você ame alguém, você vai lá e faz, puro e simples interesse, amamos aquela pessoa que nos dá carona, nos leva nos lugares, pagam as coisas, aquela pessoa querida começa a ser tão fundamental em nossas vidas que viver sem isso é como não ter mais o seu querido mordomo que vai levar o papel pra você no banheiro.



"amor estradeiro"

Aquele amor maravilhoso de fim de balada que você só percebe que encontrou quando não tem um filho da puta pra te levar pra casa, ai você acaba tendo que usar seu corpo de isca, mas vale a pena né? pra quem mora um pouco longe esse amor é o mais aceitavel, e nos faz ir e vir



" amor de substituição"

Ohhh doce amor, aquele que aparece quando menos percebemos, que simplesmente apareceu e tomou o lugar que estava vazio em seu peito, aquele amor onde você apenas escolheu o primeiro que quis te bancar e agora anda linda e fina por ai, batendo cabelo com o boy do lado, esbanjando charme e cantando por ai "to the left, to the left"



"amor amigo"

Esse tipo de amor se divide em duas categorias, começando na friend zone que sofre uma mutação para amor amigo, aquela pessoa que conhece seu passado, sabe o filho da puta e monstro que você é, as cachorradas que você faz, o que você comeu ontem, o que você vai comer amanhã, avisa quando seu dente esta sujo, jura por todos os santos que jamais te pegaria, mas quando a bebedeira é forte, declarar-se é inevitável



" all I wanna do is fuck your body"

Aquela pessoa que é a ultima da lista dos seus contatos, que não serve pra nada,apenas pra uma foda ocasional, que de tanto você chamar, pagar, comprar ou sei lá o que, o boy ja acha que tem um tipi de contrato que quando ele quiser, ele vai la parcelar o tenis que tanto queria e você paga.



"amor de redes sociais"

Aquele amor que nasce com uma cutucada e termina com um encontro, porque a gente só ama se estiver online, porque a popularidade a gente não leva pra vida real, e como não pra andar por ai com um sinal tipo "the sims" na cabeça mostrando quantas curtidas você tem, não dá pra amar né? por isso amamos apenas online



"amor de inveja"

Doce amor que só acontece porque todo mundo que você conhece na vida namora menos você, ai você encontra um fulano pra levar de boneco por aí e mostrar o boy pra sociedade dizendo que é o amor da sua vida e que você ama muito, ai quando todos terminam, você também termina,, porque afinal, era apenas uma fase..."



Por agora é isso, logo eu lembro mais, depois disso pensem bem se seu amor é com maiúscula ou minuscula.


 

Contato

E-mail : literaturanetwork@gmail.com

Parceiros

História Network www.historianetwork1.blogspot.com

Tags

Literatura, Resumos, Livros, Blogs, Vestibular, Estudos, Análises
 
Blogger Templates